sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Câmara Municipal aprova mudança no orçamento e na estrutura administrativa da Prefeitura

Crédito: Paula Ribeiro

Felipe Carvalho-Rio. A Câmara Municipal de Queimados realizou nesta quinta-feira, 10, sua terceira sessão extraordinária, após a posse dos novos vereadores eleitos e suplentes. O motivo da sessão foi a aprovação da mensagem do Poder Executivo sobre a mudança na estrutura administrativa e no orçamento da Prefeitura. A proposta obteve parecer favorável da comissão de finanças da Casa, presidida pelo Vereador Léo Guerra (PSDC) e da Comissão de Constituição e Justiça, que tem como presidente o Vereador Lúcio Mauro (PSDB) e recebeu ainda o voto de aprovação de todos os Parlamentares.

O Presidente Milton Campos aproveitou a Sessão para anunciar o recesso da Câmara que se estenderá até o dia 19 de fevereiro. Durante esse período as Sessões Legislativas estão suspensas e os parlamentares estarão em pleno gozo do direito de férias. O Anexo da Câmara, onde funciona a parte administrativa da Câmara Municipal, funciona internamente das 13h às 18h.

2 comentários:

  1. a ordem dada do Poder Executivo para os vereadores de queimados mudarem a estrutura administrativa e o orçamento da Prefeitura só poderá ter efeito en 2014,. 1.2 Orçamento Publico e a previsão de despesas do município e
    a estimativa de arrecadação para o ano seguinte. Através do Orçamento Anual, o município terá limites
    Para efetuar as despesas com material de consumo, folha de pagamento do funcionalismo publico,
    combustível, etc, e neste caso não poderá gastar mais do que previu, e terá uma idéia de quanto irá
    arrecadar com impostos, repasses do governo estadual e federal, etc. (estes são os recursos).
    Mais do que simplesmente estimar receitas e despesas, o Orçarnento Publico deve ser encarado como
    um "Contrato" entre o Poder Publico e a população, onde e assumido o compromisso do governo em
    cumprir com os programas de trabalho (serviços/investimentos), que previu para trabalhar num determinado
    ano, em favor do bem comum. será que não previu as despesas com 25 secretários e agora quer mudar? (improbilidade administrativa, inconstitucionalidade)será verdade?

    ResponderExcluir
  2. O que esta casa, que é uma extensão da prefeitura, não aprovará, quando se tratar de pedido da "nave Mãe".
    Lindinho, executivo e legislativo de braços dados.

    ResponderExcluir

Por causa da falta de respeitos de alguns, os comentários anônimos não serão mais aceitos. As ideias, as críticas e opiniões sempre serão bem vindas, mas com sua identificação.
Revista Queimados.com